Unipar cria cortina flexível que isola motoristas de passageiros

 
A Unipar, líder na produção de cloro, soda e PVC na América do Sul, acaba de anunciar mais uma novidade voltada ao impulsionamento da demanda por Policloreto de Vinila (PVC) e ao combate à transmissão do novo Coronavírus. 
 
Com foco nos negócios dos clientes e preocupada em gerar valor para os segmentos em que atua, a companhia criou uma cortina flexível em PVC para dividir as cabines dos automóveis em duas partes e isolar taxistas e motoristas de aplicativos, dos passageiros que viajam nos bancos traseiros. 
 
Dessa forma, o material de fácil instalação se propõe a oferecer mais proteção aos condutores e aos usuários desse sistema de transporte individual, principalmente em tempos de pandemia. Além de questões de saúde e sanitária, a solução também evita potenciais impactos causados por uma batida ou acidente de trânsito, ao contrário de cortinas feitas com material rígido, que podem se transformar objetos cortantes, dependendo da ocorrência. 
 
Após conceber o projeto, a divisão de PVC da Unipar acionou a Locomotiva – empresa com mais de 100 anos de atuação – para produzir a proteção. Cliente da Unipar, a Locomotiva é especializada na fabricação de lonas, laminados e filmes flexíveis de PVC. 
 
Para Mauricio Russomanno, CEO da Unipar, a proximidade e o relacionamento desenvolvido com os clientes, principalmente em momentos de dificuldades como o enfrentado atualmente, permite entender melhor seus negócios e necessidades. "Com base nessas premissas, as divisões de PVC e de Químicos buscam alternativas inovadoras e fáceis de implementar, de forma a impulsionar a demanda dos nossos clientes e, ainda, incrementar nosso potencial de negócios", conclui o CEO.
 
Compartilhe