ABVE: Brasil alcança 100 mil veículos elétricos e híbridos em circulação

O Brasil deu mais um passo para o avanço da eletrificação da frota de veículos no país, ao quebrar a barreira dos 100 mil veículos híbridos e elétricos em circulação nas ruas. Ao todo, 100.292 veículos leves eletrificados foram emplacados no Brasil até o dia 27 de julho de 2022. Os dados foram divulgados pelo presidente da ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico), Adalberto Maluf, durante participação no 1º Debate sobre Eletromobilidade do Brasil, realizado pela associação em conjunto com o Instituto de Engenharia, em São Paulo, em 28 de julho de 2022.

Segundo Maluf, a marca é histórica. “Quando eu dei entrevista no início do ano dizendo que a gente atingiria essa marca até o primeiro semestre, algumas pessoas acharam que eu fui ambicioso demais. Mas a tendência era essa”, falou o dirigente para executivos, especialistas do setor e o público em geral que acompanhou o evento. “Hoje nós temos mais de 16,5 milhões de veículos elétricos nas ruas no mundo todo, o triplo se comparado há três anos. E o Brasil atinge agora 100 mil veículos elétricos, quase a metade deles fabricados aqui mesmo no país, com a maior parte da Toyota e seus veículos híbridos flex”, disse. Segundo o presidente da ABVE, a participação nas vendas de veículos elétricos vem ganhando força no mundo. No ano passado, a participação no mercado global de veículos elétricos foi de 8,57% (6,6 milhões de unidades), contra 4,1% (3 milhões de unidades) de 2020, e 2,5% (2,2 milhões de unidades) em 2019. “Os números ganharam uma escala incrível. Em 2022, tranquilamente, o mundo vai vender mais de 15%, 17%, quem sabe até 20% de veículos elétricos. E veja que a tendência maior é dos veículos elétricos a bateria. Os BEVs, na Europa, representaram 55% no ano passado. Nos EUA, 65%. E na China, 80% de todos os veículos vendidos. “Ao olhar para o mercado brasileiro, Maluf se diz otimista, em especial com o crescimento dos veículos movidos exclusivamente a bateria. “Saímos de 4% dois atrás para 16% de participação nas vendas de elétricos a bateria neste primeiro semestre de 2022, sendo que em junho foi 26%. Então, a tendência é de alta”, afirmou.

Comerciais leves e caminhões Adalberto Maluf chama a atenção para o crescimento das vendas no segmento de comerciais leves e caminhões no Brasil em 2022. Só no primeiro semestre, 652 comerciais leves, como furgões, foram emplacados no Brasil, contra 151 em todo o ano passado.

“O furgão elétrico da BYD, o BYD T3, foi o mais emplacado no Brasil no ano passado. Olha o que aconteceu no primeiro semestre deste ano. Mais do que quatro vezes mais furgões foram vendidos no primeiro semestre. Então talvez esse ano a gente venda 8 vezes mais furgões leves, somando todas as montadoras”, disse. “A gente tem o copo meio vazio quando olha os números brasileiros em relação aos do mundo, mas temos o copo meio cheio quando a gente olha para os números do crescimento no Brasil”, completou Maluf.

Compartilhe