O ar-condicionado também merece toda atenção e cuidado para manutenção

Com as altas temperaturas não podemos nos esquecer da correta manutenção do ar-condicionado do veículo

Do Redação Balcão Automotivo

Há pouco tempo atrás, ter ar-condicionado no carro era considerado um “luxo” que poucos tinham acesso. Com o passar dos tempos, foi-se popularizando esse opcional, que se tornou item quase que obrigatório nos carros. Atualmente, praticamente 100% da frota de veículos que rodam pelo Brasil têm ar-condicionado, que não é mais considerado um “luxo”, mas sim um item essencial por diversos fatores: como o clima brasileiro e a segurança de poder andar com os vidros fechados.

O que muita gente acaba se esquecendo é que o sistema de ar-condicionado requer cuidados especiais, pois a falta de manutenção pode causar problemas de rendimento no motor e, principalmente, comprometer a saúde dos ocupantes do veículo, pois muitas vezes, o proprietário só se lembra das recomendações de manutenção e conservação dos fabricantes, quando o sistema apresenta algum defeito.

Em tempos de preocupação com questões relativas à qualidade do ar, a correta manutenção e limpeza dos filtros que compõem o sistema de ar-condicionado tornou-se primordial, fato comprovado pela DPaschoal em 2018, através de estudo realizado, onde compreendeu-se que a higienização, com a troca do filtro de cabine, diminui a concentração de microrganismos no interior do veículo.

O filtro de cabine é a peça fundamental para a manutenção da qualidade do ar que circula dentro do veículo. Ele é responsável por bloquear a entrada de sujeira e microorganismos, ou seja, com um filtro limpo, os ocupantes não irão respirar ar com baixa qualidade e nem sentir odores desagradáveis. Segundo Bruno Cielo, técnico responsável pela Engenharia na Cia DPaschoal, o método de troca dos filtros é o mais efetivo, pois se o mesmo não for substituído no período indicado pelas montadoras, a umidade pode acumular com os resíduos e deixar um ambiente propício à proliferação de microorganismos, além da possibilidade de transmissão de doenças respiratórias.

Geralmente, a indicação é de que essa manutenção seja feita a cada seis meses, ou a cada 10 mil km, independente da frequência de uso ou do tipo de equipamento. Por isso, é de extrema importância a correta manutenção e substituição, quando for o caso, dos filtros do sistema de condicionamento de ar.

Outra manutenção que é indicada a cada seis meses, é a realização de um “check-up” preventivo em todo o ar-condicionado do carro, que opera a partir de um sistema de expansão e compressão de um gás, conhecido como fluido refrigerante. Esse sistema é responsável por comprimir esse gás, aumentando sua pressão e sua temperatura. Além disso, existe um sistema de mangueiras, condutores e ventoinhas, que complementam o trabalho de refrigeração do ar no interior do veículo.

Uma dica que poucos sabem, mas que pode evitar “dores de cabeça” com o ar-condicionado do veículo é a utilização do sistema regularmente, o que ajuda a prevenir vários problemas em seu funcionamento e não interfere no consumo de combustível. Com isso, manter o ar-condicionado ligado, mesmo que por alguns minutos, pelo menos uma vez na semana, previne a possibilidade do ressecamento das mangueiras do sistema, que é a maior causa de vazamento do gás.

O que também é extremamente interessante de se mencionar é que ainda hoje muitos motoristas confundem o filtro de ar de cabine, com o filtro de ar de motor, fazendo assim a manutenção parcialmente, não contemplando a totalidade do serviço, passando anos sem trocar o filtro de cabine ou higienizar o sistema de ventilação.

A DPaschoal, possui 123 lojas instaladas em mais de 100 cidade de oito estados do Território Nacional, onde além de oferecer uma linha completa de pneus, também disponibiliza, como diferencial, a revisão de segurança gratuita a seus clientes, o que certamente vai ajudar a diagnosticar possíveis problemas na segurança do veículo. O princípio de “Medir e Testar Antes de Trocar” está no DNA das lojas DPaschoal, graças a ferramentas exclusivas que avaliam a real necessidade de ter que trocar peças, pneus e a realização de serviços.

Compartilhe